A Irritação

A Irritação

Hoje é muito comum as pessoas dizererem: “Não fale comigo hoje, pois estou irratada(o)”, “Não agüento mais fulano(a) ! Ele(a) me irrita”.

Afinal, onde começa a irritação ? É o(a) outro(a) que te irrita ou é você que fica irritado ?

Os seus sentidos se irritam, e não você. Enquanto você estiver identificado com os sentidos a irritação permanece. Os sentidos existem como veículos de captação de cada instante. Você está recebndo dezenas de informações de todas as partes a cada instante.

Saiba que o seus sentidos estão impregnados de crenças, regras, julgamentos e interpretações distorcidas da realidade. Seus sentidos estão totalmente poluídos por uma reprogramação constante do que é certo ou errado. Desde a infância os seus pais já diziam o que pode ou que não pode ser feito como se fossem buzinas intermináveis ressoando no seu aparelho auditivo. O seu cérebro mal se desenvolveu e você já foi programado para ser de um jeito.

A irritação é como um chiado de rádio fora da estação. É um mecanismo de defesa do ego. Os seus sentidos captam as informações do ambiente e das pessoas ali presentes e se o que você vê, escuta e sente não estiver dentro dos seus padrões de aceitação, possivelmente o sistema começará a sofrer estresse, gerando alteração do humor, desconforto físico e, consequentemente, muita irritação.

Esse mecanismo funciona através de duas palavras chaves: aceitação ou rejeição. Aceitação é igual a conforto. Rejeição é igual à tensão, desconforto.

Pare um pouco, e reflita: com o que você realmente está irritado ? Com o outro ou com aquilo que você não aceita no outro ? Com o ambiente ou com o visual não adequado que você acha do ambiente ? A cidade é chata ou não está dentro dos seus padrões de conforto e diversão ?

Portanto, se você se irrita constantemente, comece a rever os seus valores e princípios. É bem provável que eles estão saindo do padrão social e você queira mudar o que acontece a sua volta.

Quando a irritação surgir, faça uma pausa. Observe o dentro e o fora. Volte a sua atenção para os seus sentidos. Perceba-os. Reflita sobre o que está acontecendo ? O que os seus sentidos estão captando que você não está dando conta?

Através dessas perguntas básicas você pode descobrir coisas que você não se dava conta. Não tente inibir a irritabilidade. Observe-a. Perceba-a e dialogue com ela.

É muito comum tentar sair imediatamente da situação quando se sentir irritada(o). Porém, isso não vai com que você se livre da irritação. Essa atitude apenas encobrirá a irritação fazendo com que a irritabilidade permaneça como pano de fundo, voltando ainda mais forte quando você se deparar com um novo estímulo.

Experimente praticar o silêncio e a observação. Não tome decisões precipitadas. Questione os impulsos, medite, descanse, fique sozinho quando puder. E lembre-se que você não é irritado, mas você fica irritado.

Autora: Elaine Lilli

6 Replies to “A Irritação

  1. Hj estou irritada, mas percebi q minha irritação não é comigo, mas como q não acito no Outro… e não consigo repassar este sentimento, vou postergando e vai se acumulando. Outro ponto importante é prestar atenção em mim mesma ser minha melhhor amiga.

  2. Quando fico irritada com uma situação não vou tomando decisão precipitada pq percebi ser verdade o que segue: “O nosso interior funciona como um projetor e os outros se tornam telas, daí começamos a ver filmes projetados nos outros que, na verdade, são nossos. Então qdo você vir raiva nos outros, mergulhe dentro de si mesmo e, certamente, encontrará raiva ali. E isso vale para a tristeza, para o sofrimento, para a felicidade, para tudo… Os outros estão só proporcionando situações em que as coisas escondidas em nós possam ser expressas. As pessoas não são a causa. Seja o que for que aconteça, está acontecendo dentro de nós. O encontro com a outra pessoa só trouxe à tona tudo o que estava escondido.Então, aconteça o que acontecer, fique centrado no sentimento interior e você terá uma atitude diferente em relaçao a tudo na vida” ( DO livro: OSHO – Faça o seu coração vibrar , Ed.Sextante)

  3. Acordei bem, porem me deixaram muito irritada, estou no meu limete.Ainda bem que ainda consigo separar trabalho do pessoal, mas tenho medo de levar stress do serviço pra casa.

  4. Muito bom!
    é isso meso, temos valores, crenças e padrões que a muito tempo cultivamos!!! é normal se irritar, mas vale analiar se esta irritação trará beneficios ou maleficios!!!! se trouxer maleficios resolva consigo.

  5. Cada um tem a vida como um desafio…..isto é ….cada um tem a forma de vê este desafio….e cada coisa….sentimento ouuuuu ALGUEM que venha a atrapalhar…pode se tornar um inimigo….consequentemente vem a irritacao….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *